Assine e ganhe 30% de desconto neste título

R$ 19,90 /mês

R$ 19,90/mês após o teste gratuito de 30 dias. Cancele a qualquer momento.
Curta mais de 100.000 títulos de forma ilimitada.
Ouça quando e onde quiser, mesmo sem conexão
Sem compromisso. Cancele grátis a qualquer momento.
Segredo de Justiça  Por  capa

Segredo de Justiça

De: Andréa Pachá
Narrado por: Agnes Lealt
Teste grátis por 30 dias

R$ 19,90/mês após o teste gratuito de 30 dias. Cancele a qualquer momento.

Compre agora por R$ 41,99

Compre agora por R$ 41,99

Pagar usando o cartão terminado em
Ao confirmar sua compra, você concorda com as Condições de Uso da Audible e a Política de Privacidade da Amazon. Impostos, quando aplicável. PRECISA SER AJUSTADO

Sinopse

A vida não é justa e a felicidade não é um direito. Os anos passados na Vara de Família forjaram não apenas essas constatações na trajetória de Andréa Pachá, mas também proporcionaram uma miríade de histórias, de ""dores tão parecidas e tão desiguais"". Com sensibilidade, a juíza reúne narrativas ficcionais baseadas em duas décadas de experiência em mediações dos mais diversos conflitos em família. A honestidade com que os casos são expostos e a vulnerabilidade que emana a cada página despertam em nós uma identificação imediata e são um convite para quem deseja entender mais de si mesmo através dos dramas e das alegrias do outro.

©2019 Andréa Maciel Pachá (P)2019 Editora Intrínseca Ltda.

Resumo da Crítica

"Andréa Pachá tem o dom de narrar. Os relatos deste livro, como os do anterior, A vida não é justa, prendem nossa atenção do começo ao fim, tanto é que os li de uma tacada só. Mas, mais que isso, eles apontam uma moral nas histórias, com Andréa se indagando constantemente sobre o equilíbrio instável dos ganhos e das perdas de nosso tempo."—Renato Janine Ribeiro

“Se você está na livraria, em dúvida se leva ou não o livro que abriu por curiosidade, o melhor é ler uma das crônicas que essa juíza escreveu a partir de histórias reais. Qualquer uma. A meritíssima escritora Andréa Pachá não mudou só os nomes das pessoas para garantir o devido segredo de justiça: ela criou as histórias que viveu. Afinal, o que fazem os escritores se não reinventar a vida?”—Aderbal Freire-Filho

O que os ouvintes dizem sobre Segredo de Justiça

Nota média dos ouvintes. Apenas ouvintes que tiverem escutado o título podem escrever avaliações.

Avaliações - Selecione as abas abaixo para mudar a fonte das avaliações.